SRI promove primeiro International Day

Heitor Queiroz Lopes de Agecom/UFRN

No próximo dia 26, ocorre o primeiro International Day, organizado pela Secretaria de Relações Internacionais (SRI/UFRN). O evento acontece na Reitoria e tem a finalidade de celebrar a internacionalização da Universidade, dando visibilidade a estudantes, professores e pesquisadores estrangeiros. As inscrições começam ainda esta semana, via Sigaa, e podem ser feitas até o dia da ação.

Previsto para durar o dia inteiro, o evento tem exposições feitas por alunos e professores estrangeiros da UFRN sobre seus respectivos países, a ocorrer no hall da Reitoria. Além disso, serão ministradas palestras por docentes e cônsules, no auditório Otto Brito Guerra, focadas nos programas de intercâmbio e de mobilidade acadêmica da Universidade. O objetivo é levar conhecimento acerca de outras culturas e nações, promovendo um espaço para tirar dúvidas quanto à mobilidade acadêmica.

Espera-se que a celebração tenha início às 8h30 com falas do secretário de Relações Internacionais, Márcio Venício Barbosa, e do reitor José Daniel Diniz Melo, seguidas de apresentação musical do grupo Cellos, da Escola de Música. Às 9h15 ocorre a mesa-redonda A Internacionalização da UFRN, mediada por representantes das pró-reitorias de Graduação (Prograd) e Pós-Graduação (PPG) e da SR. 

O ciclo de palestras se encerra com apresentações referentes a mobilidade estudantil na França e oportunidades de estudos nos Estados Unidos, às 10h15 e 11h15, respectivamente. Na ocasião, participam Rafaela Couto e Annabel Chalvin, membros da Aliança Francesa de Natal, além de Stuart Beechler, do Consulado Geral dos Estados Unidos em Recife, e Cristina Borges, do Education USA. Após isso, os estandes com exposições dos discentes e docentes no hall da Reitoria se estendem pelo resto do dia.

Para Girliane Fernandes, secretária executiva da SRI, as expectativas para o evento estão elevadíssimas e é desejo da organização que essa iniciativa passe a ser realizada anualmente. “Sabemos que a UFRN possui muitos alunos de mobilidade e intercâmbio, por isso queremos dar mais visibilidade a eles”, diz a secretária. Ela ressalta ainda a importância da Secretaria para o ensino intercultural na UFRN. “Como promotores do intercâmbio cultural e de ensino, a SRI tem o papel de quebrar a barreira da dúvida e possibilitar essa alternativa de ensino ao estudante”, completa.

Leave a Reply