Filarmônica UFRN realiza primeira apresentação ao público após início da pandemia

Filarmônica UFRN realiza primeira apresentação ao público após início da pandemia

Ana Lourdes Bal de Agecom/UFRN

Após quase dois anos sem se apresentar ao público, a Filarmônica UFRN realizou seu primeiro concerto presencial após o início da pandemia. O concerto Beethoven com Humor aconteceu no último sábado, 2, no Papódromo João Paulo II. O show conseguiu juntar a 5ª Sinfonia de Beethoven com o solista comediante Ticiano D’Amore, guitarrista e professor da Escola de Música da UFRN (EMUFRN). 

O ingresso pôde ser adquirido de forma gratuita, porém, só poderiam comparecer aqueles que tivessem tomado pelo menos a primeira dose da vacina contra a covid-19. A aquisição do ingresso cruzava as informações com o site RN + Vacina. Dessa forma, o ticket não poderia ser transferido para outra pessoa, garantindo a segurança de quem frequentou o evento. Além disso, o uso de máscara era obrigatório para permanecer no local. Foram disponibilizados 600 ingressos.

Para o diretor artístico e regente da Filarmônica UFRN, André Muniz, este foi um momento bem único. “Nossa, essa foi uma grande emoção. Faço música há 41 anos e nunca havia passado tanto tempo sem ensaio e sem acesso ao público”, afirmou.

Título de Cidadão Natalense 

Momento da entrega do título de cidadão natalense ao professor André Muniz – Foto: Lúcia Tabita/Cedida

No evento, o professor André Muniz recebeu o título de Cidadão Natalense. Ele é pernambucano e a vereadora Júlia Arruda realizou a proposição de dar o título para o músico. “Foi um olhar pelo trabalho diferenciado com as nossas atividades aqui na área da educação e na área artística. No meu caso, as duas coisas se juntam”, explica ele. A Filarmônica UFRN chegou a realizar uma apresentação para o Papa Francisco, no Vaticano, em 2019. 

“Eu me sinto completamente honrado pelo título. Eu creio que a láurea sempre se deve ao conjunto de professores e artistas da nossa cidade, que incansavelmente. Que embora com as dificuldades, seguem tentando da nossa cidade fazer um lugar melhor, mais justo e com melhor qualidade de vida. E que a educação seja sempre a busca por essa melhora”, encerra o professor.

compartilhe essa notícia:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no print